terça-feira, 8 de novembro de 2011

Review - Episódio 2x04 "Cherokee Rose"


No fundo do poço tinha um episódio.

Como fã, é difícil dizer isso, mas estou extremamente decepcionado com esse episódio de “The Walking Dead”. Apesar das críticas, até agora eu estava gostando muito da segunda temporada, mas Cherokee Rose foi apenas um emaranhado de situações desnecessárias e discussões filosóficas surgidas do nada, perdendo ótimas oportunidades para desenvolver boas histórias.
Pra mim, a única cena realmente boa e relevante do episódio foi a primeira. Eu já estava com raiva do Shane pela frieza dele ao sacrificar Otis no episódio passado, e depois dessa mentira que ele inventou sobre a morte do paramédico, o ódio só aumentou. Jon Bernthal está longe de ser um bom ator, mas também não é o canastrão que dizem, e está entregando atuações bem convincentes nessa temporada. Mas confesso que dei risada de vê-lo usando as roupas enormes de Otis.

Mas depois dessa cena, o episódio recostou naquela paralisia habitual. Apenas três dias se passaram na história da segunda temporada, e esse formato dia-a-dia pode ser um artifício interessante. De forma diferente, “Lost” usou esse ritmo lento para dar ao espectador um retrato detalhado da formação de uma comunidade à beira da civilização, e “The Walking Dead” tem ótimas oportunidades narrativas para apresentar as emoções paranóicas e a investigação filosófica de “Lost”.

No entanto, tivemos mais um episódio de Daryl indo para a floresta procurar Sophia; mais uma discussão prolixa sobre a religião em uma paisagem apocalíptica; e mais uma provocação do perigo dos zumbis, resultando em zero vítimas. Houve uma pequena noção de drama interpessoal no início do episódio, quando o benevolente Hershel declarou sua fazenda uma zona livre de armas, mas os sobreviventes rapidamente concordaram com isso (mesmo sendo melhor andar armado por causa do perigo dos zumbis), e a série perdeu mais uma oportunidade de desenvolver um bom drama.

Ao invés disso, o episódio optou por mostrar uma das cenas mais absurdas e desnecessárias que eu já vi: a do zumbi preso no poço. Toda a tensão pra colocar Glenn no poço (quem em sã consciência faria uma loucura dessas?) e o mais que previsível problema com a corda resultaram em nada, porque o zumbi foi partido ao meio e acabou contaminando a água (se bem que, na minha concepção, só o fato de ele estar na água já a teria contaminado, não?). Pelo menos tivemos a reação de Maggie à morte do zumbi, o que – assim como todas as falas de Hershel – me faz acreditar cada vez mais que a história da fazenda terá na série o mesmo fim dos quadrinhos.

Por falar em Maggie, o que dizer do romance super apressado entre ela e Glenn? Entendo que num mundo pós-apocalíptico as pessoas realmente não tem muitas opções, e foi bom ver Glenn tirando o atraso, mas mesmo assim eu achei que tudo aconteceu rápido demais.

Rick é outro que não teve utilidade nenhuma no episódio. Todo o debate religioso e o drama com o filho não me convenceram, mas eu gostei bastante da cena em que ele deu para Carl seu chapéu de xerife. Não estou lembrado de como isso acontece nos quadrinhos, mas na série o ato teve um simbolismo interessante, com Carl dizendo que agora ele e o pai têm uma ligação por já terem sido baleados.

E o episódio terminou com mais um momento chocante (para quem nunca leu os quadrinhos, claro): Lori indo para o matinho com a misteriosa encomenda trazida por Glenn, que se revela um teste de gravidez – e dá positivo, claro. E o pior é que ela nem sabe se o pai do bebê é seu marido ou o melhor amigo dele! Estou curioso para ver a expressão de Shane quando todos estiverem parabenizando Rick e Lori, e ele começar a fazer os cálculos.

Morte de zumbi da semana: Mais uma vez, não teve concorrência. O zumbi do poço, apesar de inútil, mostrou que a maquiagem impecável de Greg Nicotero é mesmo a melhor coisa de “The Walking Dead” – e isso não é nada bom.

9 comentários:

Jope's Luiz! disse...

Confesso que tem sido chato assistir e ler The Walking Dead ultimamente...na série uma enrolação do cacete pra (se deus quiser) no final da temporada dar aquela merda toda na fazenda...o grande problema é que sem os outros filhos de Hershel na série...que irá virar comida?

Já nos quadrinhos, desde que eles encontraram aquela maldita (abençoada para eles) comunidade, nada mais acontece. Confesso que o que me tornou um fã de TWD não foram apenas os zumbis é claro, eu sempre gostei de todo aquele drama entre os sobreviventes...mas ultimamente nos quadrinhos, nada acontece para que me prenda e me faça ficar ansioso pelo próximo número. O que aconteceu com Carl nas últimas edições não passou de uma tentativa frustrada de tentar manter alguns fãs na mesma expectativa das primeiras edições, quando realmente nos apegavamos aos personagens e nos surpreendiamos quando viamos nossos queridos morrendo inesperadamente (Não há caso melhor para ilustrar essa ideia do que a morte de Tyreese).

Enfim, não sei o que está acontecendo, mas TWD está me deixando um tanto quanto entediado...sejam os quadrinhos ou a série! E o que mais decepciona é o fato de eles desperdiçarem ótimos ganchos e princípios de idéias ótimas com conclusões ridículas...como disse, não sei o que está acontecendo, mas principalmente nos quadrinhos, TWD tá um saco. A série tá me prendendo pelo drama do Shane (que na minha sincera opinião está roubando a cena) e Daryl Dixon, que é o Sawyer de TWD.

Jope's Luiz! disse...

Só pra completar, não que eu ache que o ator que interpreta o Shane seja um ótimo ator,mas é o personagem mais problemático e que pode se desenvolver melhor (embora não acredite que ele passará dessa temporada)...A Andrea é um pé no saco e rezo pra ela morrer toda vez que aquela vagabunda se embrenha no meio do mato, Glenn é só um faz tudo secundário, Carol e Sophia já podiam ter ido pro saco a muito tempo ( a não ser que eles reproduzam o que acontece a Carol nos quadrinhos na série...aí vai ser irado), T. Dog é o que, uma tentativa frustrada de Tyreese? Rick não passa de um morto vivo VIVO...Lori uma escrota que não sabe o que quer. Só Dale tem sido ótimo com todos seus esporros que me fazem sempre concordar completamente com ele e Carl que se o bom deus zumbi quiser vai ter muito destaque. Quem está e possivelmente continuará fazendo falta são Allen e Donna...não por eles, mas por seus filhos que mostram para que "certos jovens personagens" vieram ao mundo.

A verdade é que eu estava muito empolgado com TWD até o 5° episódio da 1° temporada..mas sinceramente, aquele final não deixou ninguém muito ansioso pela 2° temporada...convenhamos né moçada!

Enfim...

No fundo do poço tinha um episódio, Tinha um episódio no fundo do poço!

Samuell Diaz disse...

E a corneta toca alto por aqui!

Luiz Filho disse...

Caio me diz aew um site pra eu achar as HQ da serie pq naum achei se ver issu responde blz!!!! VLW!!

Gabriel disse...

O unico bom do episodio foi a morte do zumbi , gravidez da Lori e o Gleen com a Maggie o resto foi so pra encher linguiça.Episodio totalmente sem adrenalina ...

Caio Falcão disse...

Luiz,

Nesse site tem todas as HQs de "The Walking Dead", além de outras:

http://vertigemhq.blogspot.com/

Luiz Filho disse...

Vlw Caio.

Paulo França disse...

Fraquinho mesmo esse episódio. :(

Anônimo disse...

Quase dormi nesse.